Série: Não Fale com Estranhos

Eu fiquei muito animada quando anunciaram o lançamento da série porque sou muito fã do Harlan Coben, já li o livro e gostei muito. Além disso também assisti outra série dele, a Safe e gostei muito. Da Netflix também, recomendo.

Fui assistir o primeiro episodio ainda no calor da emoção, mas foi passando o tempo e eu fui ficando entediada e achando tudo chato! Tive até que perguntar para outras fãs do autor e algumas concordaram comigo, e teve gente que até desistiu.

O plot da série é muito bom: uma estranha chega nas pessoas revelando segredos, começando com o Adam Price, personagem principal e primeiro a receber a visita da garota. Ao investigar sobre o que ele ouviu a respeito de sua esposa, depois disso várias coisas vão se desencadeando. Um efeito borboleta.

Eu não sei realmente qual foi meu problema com a série, não é o sotaque britânico – apesar do livro se passar nos EUA -, acho que foram as atuações, não consegui me conectar com os personagens e os atores não me convenceram.

Enfim. Fiquei com muita vontade de reler o livro para saber se o roteirista mudou muita coisa, então pode ser que ainda esse ano eu fale a respeito das diferenças – mas não prometo.

Já li na internet que havia sido renovada para a segunda temporada, e em outros lugares que é uma mini série e tem somente essa temporada. Se tiver outra não sei se vou assistir, honestamente.

Primeira decepção do ano com séries, pena que foi essa.

A Poeta X, by Elizabeth Acevedo

Peguei esse livro para ler por causa de um desafio que faço parte no Facebook, e o tema eram livros premiados e este foi o vencedor do Michael L. Printz  Award que é um prêmio de livros Jovem Adultos, foi o vencedor de 2019. Além disso, a capa chamou muito minha atenção a primeira vez que vi e ele já estava na minha lista.

No começo da leitura eu fiquei com medo por causa da poesia, porque eu não sou uma pessoa que consegue ler poesia normalmente (nem peças só para constar) mas a autora conseguiu esse feito comigo porque a escrita é tão maravilhosa e fluida que me fez ler esse livro sem parar. Não li em um dia mas era possível.

A narração é feita por Xiomara, a personagem principal, em forma de poesia em seu caderno, onde a garota sente que é o único lugar onde ela tem voz. Uma família com fortes raízes na Republica Dominicana e mora no Harlem e só isso já dá um tom completamente diferente a história.

Uma protagonista forte mas vivendo com todo o peso da sua cultura e também dos seus pais, eu me apaixonei por ela logo de cara. O fato de seu nascimento, junto ao seu irmão gêmeo, ser considerado um milagre fez com que sua mãe já católica se transformar em fervorosa com relação a igreja, e por isso e todo seu background ela cobra demais da garota.

A história é composta por personagens maravilhosos, e o crescimento da Xio é muito bonito. Livro sensacional, consigo entender ter vendido o prêmio. Uma história de jovens adultos crescendo, se descobrindo, brigando pelos seus sonhos, tecendo planos.

Não consigo colocar em palavras a quantidade de sentimentos que essa história me proporcionou, o que posso dizer é que recomendo muito a leitura.


Título Original: The Poet X
Número de páginas: 322
Ano: 2018
Série:
Editora: Galera Record
Classificação: ★★★★★
Skoob

Glory O’Brien’s History of the Future, by A.S. King

Começo esse post dizendo que não sei se serei capaz de colocar em palavras tudo o que senti com a leitura desse livro, mas assim, logo no primeiro paragrafo digo: leiam, leiam, leiam.

Ler este livro me lembrou o quanto eu amo a escrita da A. S. King, o primeiro livro que li dela foi Ask The Passengers que já foi lançado no Brasil com o título de “Os dois mundos de Astrid Jones” e é maravilhoso. Novamente digo: leiam, leiam, leiam.

Já faz algum tempo que estou para ler outro livro dela que foi inclusive o primeiro que coloquei na minha lista há muito tempo atrás e ainda não li, o “Todo mundo vê formigas” que eu não sei se é o mais famoso mas sempre foi o que me intrigou mais. Ainda sim, fico postergando porque até então não tinha em português e estava com preguiça de ler em inglês.

Obrigada a Karine (@karinejours) por colocar esse livro no meu radar, porque eu acho que talvez ele seja a melhor leitura do meu mês de Fevereiro e provavelmente um dos melhores do ano. Esse livro já foi lançado no Brasil com o título “A História do Futuro de Glory O’Brien”, fica a dica.

A escrita da A.S.King é algo tão inexplicavelmente linda, a criação de personagem dela é maravilhosa. Glory foi me surpreendendo enquanto a autora foi mostrando as diversas camadas dela.

Foi uma leitura que eu fiz muito rápido – apesar de ter lido em inglês -, a história me prendeu e eu não conseguia largar. É um Young Adult com uma pegada de sobrenatural que para mim deu muito certo. Um livro onde a personagem está se descobrindo ou re-descobrindo. LINDO.

Propositalmente eu não falei muito sobre o plot do livro porque pra mim foi muito importante não saber praticamente nada a respeito dele, além de um tweet que li da Karine onde ela descreve seu livro favorito em uma frase que me deixou bem curiosa.

Ufa. É isso.


Título em Poriguês: A História do Futuro de Glory O’Brien
Número de páginas: 320
Ano: 2014
Série:
Editora: Little, Brown Books for Young Readers
Classificação: ★★★★★
Skoob

Filmes: Fevereiro 2020

Então vamos falar um pouco sobre os filmes que assisti no mês passado. Pensei em escrever um post para cada um deles, mas acabei não conseguindo então vai um resumo de cada um.

Deixe a Neve Cair (2019) 

Fui assistir esse filme sem expectativas, que é o que eu tento fazer com adaptações literárias de livros que eu gostei. Por esse motivo também não assisti assim que lançou, enrolei um pouco, vi algumas pessoas criticando mas eu tento sempre ficar em uma bolha longe de spoilers de qualquer gênero.

E não é que me surpreendi positivamente? É um filme sessão da tarde que dá quentinho no coração, que acontece na véspera do Natal. Até decidi reler o livro para lembrar certinho de quem era quais personagens. Novamente eu não consegui escolher meu núcleo favorito.

E caso você não tenha lido os contos, eu recomendo muito se você curtir livros Jovem Adultos.


Para Todos os Garotos: P.S. Ainda Amo Você (2020) 

Este é a continuação de “Para Todos os Garotos que já Amei” lançado em 2018 (nossa nem lembrava que fazia tanto tempo).

Outra adaptação que me surpreendeu positivamente e que também dá quentinho no coração. Acho difícil não gostar de Lara Jean (eu me apaixonei de novo por ela e seu jeitinho fofo, que me faz lembrar da autora Jenny Han que eu “conheci” na Bienal do RJ). Nesse filme como disse menino Henri eles tiraram muito do drama do livro – que eu até senti falta de alguns para ser honesta – mas acho que deu uma dinâmica melhor na tela.

Fui pesquisar e aparentemente o último sai em 2021, já quero.

Uma trilogia de livros adorável que recomendo muito, está entre as minhas favoritas no gênero não só pelo fato da personagem principal ser coreana o que é um diferencial mas também porque a escrita é uma delícia.


História de um Casamento (2019)

Esse filmes estava na minha lista pela indicação ao Oscar de “Melhor Filme” (eu ainda tenho esperanças de conseguir assistir aos indicados esse ano).

Apesar de eu ter demorado uma semana para assistir o filme, vi em doses homeopáticas ele não é ruim ou parado (eu estava com dificuldade de concentração mesmo), mas também não é um filme de comédia romântica ou algo do gênero. É um filme que fala sobre relacionamento de uma forma realista, e até bonita de certa forma. Da visão do relacionamento que cada um tem/teve e sobre si mesmo antes e durante o casamento. Relacionamentos são complicados, assim como as pessoas que o compõe e isso foi colocado de uma forma sensacional no filme.

Realmente gostei bastante. Fiquei surpresa por não conhecer o ator principal e já quero vê-lo em outros papeis, já Scarlett continua maravilhosa como sempre.


O Rei Leão (2019)

Mais um live action para a lista de assistidos esse ano, culpa novamente da Prime Video. Eu fugi bastante de assistir a esse filme porque estava com medo, Rei Leão é uma das animações no topo da minha lista de favoritas – no nível de saber falas e músicas de cor – e foram tantas criticas ao filme quando ele foi lançado que eu preferi deixar o hype passar e aguardar para ter minha experiência. E o que aconteceu foi: choro, risadas, arrepios, cantoria e uma felicidade por ter adorado algo que pensei que ia odiar.

É isso. Eu adorei. Achei um amorzinho ❤


Aqui meu perfil do Filmow.

Meta; 6/24

Assassinato no Beco, by Agatha Christie

E eu não tenho ido muito bem no meu “Projeto Agatha Christie” de ler todos os livros da rainha em ordem cronológica que comecei em 2012 se não me engano, a meta era ler um por mês mas o último que eu tinha lido foi em Março de 2019 – “Morte no Nilo”.

Mas enfim, vamos ao que interessa.

Este é um livro de contos da autora, todos com o detetive que eu mais amo na literatura: Poirot. Eu não gosto muito desse tipo de livro da autora porque fico sempre achando tudo muito apressado, porém esse em especifico me surpreendeu porque as histórias conseguiram me convencer, não me deixaram com a sensação de incompletude.

Neste livro temos 4 contos. Eu gosto muito de histórias da rainha quando envolve roubos e outros assuntos além dos assassinatos, logo o meu conto favorito foi: “O roubo inacreditável”.

Eu já tinha lido esse livro há um tempo atrás e lembrava de alguns momentos, mas não dos finais (ainda bem).

Em breve volto com outra resenha desse projeto maravilhoso.


Título Original: Murder in the Mews
Número de páginas: 265
Ano: 2012
Série:
Editora: L&PM Pocket
Classificação: ★★★★
Skoob

Vejo Você No Espaço, by Jack Cheng

Honestamente eu nunca tinha ouvido falar desse livro, lembro vagamente de ter visto a capa mas ele não me chamou tanta assim para colocar na minha lista, acabei tendo a sorte dele ter sido escolhido como leitura de Fevereiro de um grupo de friends no Telegram e foi (teoricamente) uma leitura em conjunto – porque eu li de uma vez para não receber spoiler sem querer.

Essa é a história de Alex, um garoto de 11 anos que é apaixonado pelo espaço e por foguetes e seu ídolo (e maior herói) é Carl Sagan um cientista e astrônomo, tanto que ele deu seu nome para seu melhor amigo, seu cachorrinho.

O protagonista está se preparando para participar de um encontro para lançar o foguete que ele está construindo, o livro é narrado todo por gravações em um iPod que o garoto pretende lançar no espaço para que os “alienígenas” conheçam um pouco sobre nosso planeta. O garoto vai passar por diversas aventuras em busca de lançar esse foguete ao espaço.

A leitura é rápida e fofa por causa da inocência do pequeno Alex, mas também mexeu bastante com meu emocional. Muita coisa acontece em um espaço curto de tempo e tudo parece ser “facilitado” para o garoto? Sim, mas não tira o brilho de tudo que está na história.

Em vários momentos eu tive vontade de bater no irmão dele, achei ele muito babaca e acho que não fui só eu que reagi dessa forma a esse personagem.  O jeito que ele age mais para o final do livro provavelmente serve para redimi-lo com muitas pessoas, mas para mim só foi outro motivo para achar que ele era cretino.

Mas enfim. É isso.


Título Original: See You in the Cosmos
Número de páginas: 288
Ano: 2017
Série:
Editora: Intrínseca
Classificação: ★★★1/2
Skoob

No Second Chance, by Harlan Coben

Este não é o primeiro thriller/suspense do ano, mas foi o primeiro realmente bom e espero que daqui adiante seja só boas histórias desse gênero para mim, um dos meus favoritos. Mas eu não esperava nada diferente do Harlan Coben, ele é maravilhoso. Meu autor favorito quando falam de suspense para mim.

Primeiro livro em inglês do ano (que venham muitos), e o primeiro que eu li do autor na sua língua original. Antes de falar sobre o livro exatamente vou dar minha opinião sobre a leitura em inglês: eu achei fácil e rápido. Recomendo para quem está começando.

Essa foi uma leitura que eu escolhi por ter descoberto que existe uma série baseada neste livro, descobri quando começaram a falar da “Não fale com estranhos” uma série que lançou esse mês na Netflix baseada em outro livro de mesmo nome (que estou assistindo e depois digo o que achei) – outro livro maravilhoso – ambos lançados no Brasil já. Fica a dica.

Agora vamos falar sobre a história, podemos?

Marc acorda no hospital, descobre que passou 12 dias inconsciente e que sua mulher foi assassinada e sua filha de 6 meses está desaparecida e até aquele momento a polícia não sabia disso logo ninguém tinha investigado o sumiço da criança.

Para quem não gosta de livros seriados, como por exemplo os livros com o detetive maravilhoso Myron Bolitar, esse é um prato cheio porque este é uma história única, recomendo para conhecer o autor caso você tenha vontade e se você já gosta dele e do gênero. Sugiro colocar na sua lista de leitura.

Para variar o autor conseguiu me deixar andando de um lado para o outro e o final me fez ficar com aquela cara de : QUE? Honestamente eu nunca pensaria no rumo que as coisas tomaram.

Assim que eu assistir o seriado venho contar o que achei.


 

Título no Brasil: Não Há Segunda Chance
Número de páginas: 362
Ano: 2017
Série:
Editora: Duton
Classificação: ★★★★★
Skoob